Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Chevrolet Joy 2020

Versões Joy 2020

Joy 2020

Joy 1.0L

Resumo

A versão de entrada vem com câmbio manual e é básico, mas inclui ar-condicionado e vidros elétricos dianteiros. Em segurança, o obrigatório, airbgas frontais e freio ABS.

Resumo Joy 2020:

O carro mais vendido no Brasil por quatro anos mudou de nome, agora o que o Chevrolet Onix 2019 vai se chama Chevrolet Joy na linha 2020. Com a chegada do novo Chevrolet Onix, que passou por uma remodelação radical. Na versão sedan a Chevrolet tirou o Prisma de linha e é compreensível a estratégia da Chevrolet, já que o sedan ficou mais barato que outros sedans do mercado. Mas o que aconteceu com o novo Chevrolet Joy é que o carro é antigo e o preço dele é muito próximo dos concorrentes, inclusive do novo Onix que está muito mais moderno e não tem tanta diferença de preço. Mas como é costume do consumidor brasileiro reconhecer os carros pela tradição talvez a Chevrolet tenha pensado desta forma e decidiu trazer o Chevrolet Joy mesmo tão caro para um carro com acabamento simples e design ultrapassado. Equipado com motor 1.0, em duas versões é comercializado o Chevrolet Joy e Joy Black.

O design é o mesmo que tinha o Chevrolet Onix 2019, o desenho é do ano de 2016, mas o interior do carro se mantém desde 2013. Externamente linhas retas e faróis que sobressaem do desenho do carro mostram que o projeto é de um período em que os carros tinham design parecido, ele não tem as linhas suaves e bem encaixadas de design mais atuais. Na versão topo de linha, o Chevrolet Joy Black tem detalhes escurecidos e cromados no acabamento, deixando um ar um pouco mais moderno e os retrovisores são pintados no preto brilhante típico de carros de segmentos superiores.

Com o motor 1.0, o Chevrolet Joy 2020 tem 80 cavalos e câmbio manual de seis marchas que ajuda e muito no consumo, o carro tem tração dianteira.

O hatch de apelo popular da Chevrolet acelera de 0 a 100 km/hora em 13,4 segundos e atinge velocidade máxima de 167 km/hora. No consumo o Chevrolet Joy mostra seu ponto forte, com etanol ele roda 8,8 km/litro na cidade e 10,3 km/litro na estrada, quando abastecemos o Joy com gasolina ele percorreu 12,8 km/litro na cidade e 14,7 km/litro na estrada. Como na versão sedan, ele tem alta autonomia e consegue rodar quase 800 quilômetros com o tanque cheio de gasolina.

O banco com regulagem para altura é oferecido somente no Joy Black que tem tecido exclusivo e deixa a posição para dirigir e o interior do carro mais agradável, a direção elétrica que é de série desde a versão de entrada do Chevrolet Joy e melhoram a posição ao dirigir um pouco mais.

Simplista e básico é o interior do Joy, o novo acabamento em tecido misto que ajuda a melhorar o visual e é mais confortável ao toque que o antigo tecido. O espaço interno é compatível para a categoria de hatchs populares, viajam com conforto quatro passageiros e o porta-malas continua sendo dos maiores da categoria.

Todas as versões do Chevrolet vêm equipadas com ar-condicionado, direção elétrica e vidros e travas elétricos.

No painel do Chevrolet Joy 2020 apenas conta-giros analógico e um mostrador digital ainda do tempo em que se usava iluminação alaranjada. Tem indicação da velocidade, do nível de combustível e um hodômetro parcial. O kit-multimídia é oferecido somente como opcional no novo Joy Black e não se trata de nenhum kit moderno, ele traz GPS integrado, mas não tem espelhamento para celular.

Os itens de segurança do Chevrolet Joy são airbags dianteiros e freios ABS, itens obrigatórios. E em avaliação realizada em 2017, ainda com o nome Chevrolet Onix, o hatch foi considerado um dos carros menos seguros do mercado brasileiro.

Como concorrente direto o Chevrolet Joy tem o Fiat Uno, ambos tem as mesmas características são carros básicos com design antigo, mas são econômicos no consumo. A diferença que pode fazer que o consumidor escolha o Uno, é que o carro é mais barato que o Joy nas versões básicas, se bem que o Chevrolet Joy traz mais equipamentos, mas mesmo o Uno equipado com os mesmos equipamentos ele ainda fica mais barato que o Joy. Agora se a sua opção é por um carro tradicionalmente conhecido no mercado brasileiro e que ainda deve manter bom preço de revenda por alguns anos e baixíssimo custo de manutenção Chevrolet Joy pode ser sua escolha para comprar um carro sem gastar muito e continuar gastando pouco para manté-lo. Só fique atento porque há um leque muito amplo de opções com nível superior e que variam pouco quanto ao preço em um comparativo com o Chevrolet Joy.