Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Honda Accord

Versões Accord

Accord

Accord

Resumo

Versão única com motor 2.0 turbo a gasolina com 256 cavalos e câmbio CVT com 10 marchas. Completo em equipamentos traz itens de segurança ativa e oito airbags.

Resumo Accord:

Sedan “premium” da montadora japonesa, o Honda Accord tem equipamentos de luxo, concorre com carros de fábricas reconhecidas por carros deste segmento e está disponível em versão única com o motor 2.0 turbo de alto desempenho, câmbio automático de 10 marchas e muitos itens de segurança ativa.

Na dianteira o Honda Accord traz a nova identidade da Honda, com uma grande grade cromada acima da saída de ar e os faróis afilados em LED são bem alongados invadindo a lateral do carro. O para-choque tem um apelo mais esportivo para o sedan, com os faróis de milha dentro de um espaço em plástico negro bem arrojado que também está na área abaixo da saída de ar aonde vai a placa do carro. O sedan de luxo da Honda ficou mais parecido com o seu irmão menor o Honda Civic para aumentar o apelo comercial ao público brasileiro que cada vez mais busca os sedans com apelo mais esportivo. As rodas são de aro 18 e também tem desenho mais esportivo, é diamantada, mas não é escurecida em algumas partes como a maior parte das rodas diamantadas de carros novos produzidos no Brasil. A caída do teto também segue a atual tendência dos sedans, sendo mais acentuada e lembrando o desenho de um coupê, na parte superior dos vidros e das maçanetas há detalhes cromados primando aqui pelo aspecto de sedan topo de linha. Fecha o design, a antena que lembra uma pequena ponta de tubarão e as lanternas traseiras em LED que tem formato bumerangue, o fazem muito parecido com o Honda Civic olhando de trás. Isto vem acontecendo com muitas marcas que tem fabricado carros de diferentes tamanhos e segmentos com algumas características únicas, mas a Honda poderia ter se empenhado mais ao apresentar um sedan de luxo que concorre diretamente com BMW série 3, Audi A3 e Mercedes-Benz Classe C.

O novo motor é um 2.0 à gasolina com turbo que entrega 256 cavalos de potência, o motor foi especialmente calibrado para o Honda Accord. O câmbio também foi remodelado, ele é o famoso CVT da Honda, mas com simulação de 10 marchas e sem alavanca no console, a mudança é acionada por meio de botões com as mesmas posições das alavancas (drive, neutro, ré e parking). A troca de marcha manual é feita através das borboletas nos volantes.

Apesar de ter perdido alguns cavalos em relação ao antigo motor V6 que equipava o Honda Accord até 2018, o novo motor com a recalibragem não faz feio, a aceleração é melhor que o antigo, respondendo com mais rapidez. Isto se dá porque a potência máxima no novo motor que é atingida com torque mais baixo. O motor ainda leva vantagem no consumo, ainda mais quando se aciona o modo econômico que usa o CVT no modo automático e deixa o carro bem econômico em se tratando de um sedan deste porte, ele roda 15,8 km/litro na estrada e 10,2 km/litro na cidade consumo muito parecido com o de compactos populares. O Honda Accord atinge a velocidade máxima de 203 km/hora e acelera de 0 a 100 km/hora em bons 5,7 segundos.

O Honda Accord é um sedan de luxo, mas tem tudo de um esportivo, resposta rápida, a direção elétrica é progressiva e fica mais dura no modo de dirigir Sport. Além disto, o novo modelo ficou mais baixo que muitos de seus concorrentes e tem uma posição de dirigir que podemos dizer no mínimo excelente, é fantástico para quem precisa de espaço, quer conforto, mas não abre mão de acelerar forte.

Com 2,83 de entre-eixos, espaço interno passa muito longe de ser um problema para os passageiros do Honda Accord, quem viaja atrás tem muito conforto, além do espaço há duas saídas do ar-condicionado, duas saídas USB e um descansa braços com porta objetos e porta copos. O sistema antirruído faz o trabalho de forma muito eficiente, o Honda Accord roda silencioso e só falha no resfriamento dos bancos dianteiros que gera um ruído que pode chegar a incomodar.

O Honda Accord é completão, mas não passa do que tem mesmo que oferecer um sedan grande que quer concorrer com os sedans premium das montadoras padrão e com os sedans de entrada das montadoras alemãs. O ar-condicionado é automático com duas zonas, o Honda Accord vem ainda com chave presencial, teto solar automático, sistema de resfriamento antes de chegar ao carro, bancos em couro e um sistema de som muito potente, elaborado pela própria Honda com dez alto-falantes.

O painel tem conta giros digital na parte esquerda da tela e velocímetro simulando analógico na direita, o desenho é bastante sóbrio, mas tem seus toques de modernidade. O console tem uma faixa que imita madeira e todo o console e portas tem acabamento emborrachado e detalhes em couro. O kit multimídia teve sua posição melhorada, agora a tela é flutuante, o que ajuda na visibilidade, antes era necessário olhar ligeiramente para baixo para poder ver. A tela do multimídia é de 8 polegadas, tem sistema de navegação integrado e espalhamento para Android e Iphone, além de carregamento por indução, item raro na Honda. Muitas montadoras que tem colocado as centrais multimídia tem tirado o replay dos vidros dianteiros, ponto para a Honda que mantém no Accord o replay no vidro dianteiro junto com o kit multimídia.

Nos itens de segurança oferece sensor dianteiro de estacionamento, câmeras no retrovisor, corretor de mudança de faixa, piloto automático adaptativo que acelera o carro conforme o que está adiante, sistema automático de frenagem, 8 airbags, controle de estabilidade e tração. Além de assistente de partida em rampa e os ganchos Isofix e freios ABS obrigatórios também condizem com a proposta e segmento do Honda Accord.

O novo modelo do Honda Accord teve o preço bastante elevado, o deixando mais caro que Toyota Camry e Ford Fusion, este segundo inclusive mais equipado que o Honda Accord, o Toyota Camry tem mais ou menos o mesmo leque de equipamentos, mas é mais barato. Diretamente em preço e oferta de equipamentos o Honda Accord concorre com os sedans de entrada das montadoras alemãs Mercedes-Benz, BMW e Audi. Como estas marcas tem mais renome que a Honda na fabricação de sedans premium, o Honda Accord nunca os incomodou em vendas e isto deve continuar assim com a nova versão. Mas, se você procura um sedan com projeto bem ajustado, um toque apimentado e espaço interno de sobra vale a pena avaliar a possibilidade de um Honda Accord ir para a sua garagem.

Perguntas Frequentes (FAQ)

O consumo do Honda Accord é de 10,2 km/litro na cidade e 15,8 km/litro na estrada com gasolina. Comercializado em versão única, o Honda Accord tem motor movido somente a gasolina.

O Honda Accord tem 256 cavalos de potência máxima alcançando a velocidade máxima de 203 km/hora e acelerando de 0 a 100 km/hora em 5,7 segundos.

O Honda Accord é comercializado a partir de R$ 227.900,00, em sua versão única, o Accord Touring com motor turbo e lista completa em equipamentos de conforto e segurança.