Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Peugeot 208

Versões 208

208

Active

Resumo

Versão básica com motor 1.2 de 3 cilindros e câmbio automático de 6 marchas. Conta com ar-condicionado, vidros elétricos e rodas de liga-leve aro 15 e kit multimídia.

208

Allure

Resumo

Mesmo motor e câmbio do Active, mas acrescenta ar-condicionado digital, vidros traseiros e retrovisores elétricos, teto solar, volante em couro e airbags laterais.

208

Active Pack

Resumo

Mesmos equipamentos do 208 Active, mas vem com motor 1.6 com 16 válvulas e câmbio automático de seis marchas.

208

Griffe

Resumo

Versão completa com motor 1.6 com 16 válvulas, com os mesmos equipamentos do Allure mas acrescenta o câmbio Tiptronic, rodas aro 16 e tem 6 airbags.

Resumo 208:

Com seus dias contados, o Peugeot 208 ainda é comercializado pela montadora em quatro versões, a Active, Active Pack, Allure e Griffe, com duas motorizações disponíveis, todas com câmbio automático. O Peugeot 208 ainda se mostra um bom carro, econômico e com boa oferta de equipamentos quando o comparamos com seus concorrentes, apesar dele vender pouco. Pelo lançamento previsto do novo Peugeot 208, que promete revolucionar o mercado de compactos, repetindo o feito de 2001 quando o 206 chegou mais moderno e completo que seus concorrentes, ainda é possível encontrar boas ofertas do modelo que vai parar de ser fabricado. Na linha 2020, já não há o 208 GT com motor 1.6 turbo.

Apesar de estar sendo tirado de linha, o design do 208 não chega a parecer ultrapassado e ainda teria gás para concorrer com modelos que inclusive foram lançados este ano.

O Peugeot 208 é equipado com o motor 1.2 de três cilindros e 90 cavalos de potência nas versões Active e Allure e as versões Active Pack e Griffe são equipadas com o motor 1.6 com 16 válvulas e 118 cavalos. Todas as versões vêm equipadas com câmbio automático de seis marchas e a tração é dianteira.

O desempenho do Peugeot 208 é condizente com a faixa de preço e com o segmento que pertence, mesmo com o motor 1.2 ele tem ótimas retomadas. Nas versões equipadas com este motor, o 208 acelera de 0 a 100 km/hora em 12,8 segundos enquanto nas versões com motor 1.6 ele demora 9,7 segundos, nada mal para um hatch sem nenhum apelo esportivo. A velocidade máxima do Peugeot 208 Active ou Allure 1.2 é de 177 km/hora e com o motor 1.6 atinge 198 km/hora. Se o desempenho não desaponta, o consumo vai mais longe e surpreende. Com o motor 1.2, o carro chega a rodar bons 16,9 km/litro com gasolina e na cidade com o mesmo combustível 15,1 km/litro, o tornando um dos carros flex mais econômicos do mercado brasileiro. Ainda falando da motorização 1.2, mas quando ele está abastecido com etanol, o 208 faz 10,9 km/litro na cidade e 11,7 km/litro na estrada. O Peugeot 208 Active Pack e Griffe 1.6 pelo desempenho entregue também não faz feio no consumo, com gasolina ele roda 12,3 e 14 km/litro com gasolina e com etanol 8,5 e 10 km/litro, estes números também representam consumo na cidade e na estrada, respectivamente.

Na dinâmica, o hatch da Peugeot tem boa arrancada, mesmo o motor 1.2, por ser três cilindros, facilita bastante, o câmbio com as marchas muito longas fazem o carro perder um pouco do que o motor entrega. A posição de dirigir é excelente, equipado com o novo volante da Peugeot, tem excelente empunhadura, os bancos são bastante ergonômicos e o controle de altura é melhor que o da maioria dos carros, além disto a direção elétrica progressiva torna o carro leve na cidade e firme na estrada e ainda conta com regulagem de altura e profundidade em todas as versões.

Muito bem ajustado, o Peugeot 208 é bastante confortável no rodas, quanto a espaço interno não espere muito, como em qualquer compacto ele leva com algum conforto 4 passageiros, 5 já fica apertado. O porta-malas também tem o tamanho médio da categoria com 285 litros. Já tecidos de portas e acabamentos são realmente superiores, os bancos têm melhor posição e para quem quer um compacto ele é dos mais confortáveis.

Muito bem equipado apesar de ter seu preço um pouco mais elevado que outros compactos, o Peugeot 208 oferece desde a versão básica, ar-condicionado, maçanetas e retrovisores na cor do carro, rodas de liga leve (de 15 polegadas, exceto na Griffe que tem rodas de 16 polegadas diamantadas). Além disto, todas as versões vêm com ar-condicionado (manual na versão Active e digital com duas zonas nas demais), luzes em LED, repetidor de seta nos retrovisores, computador de bordo, vidros elétricos nas quatro portas e direção elétrica progressiva, além de outros detalhes que o deixam superior aos compactos populares. As versões topo de linha, os Peugeot 208 Allure e Griffe ainda contam com teto de vidro panorâmico, volante em couro, retrovisores elétricos e porta-luvas refrigerado. Estas duas versões trazem mais equipamentos que a maior parte de seus concorrentes da mesma faixa de preço.

O painel apesar de ser básico, com as informações do computador de bordo no centro em uma tela de alta resolução e conta-giros e velocímetro analógico, tem um quê mais sofisticado que carros populares. Toda a linha 208 vem com sistema multimídia, com GPS integrado, espelhamento para celulares e loja de aplicativos, a tela é flutuante e se encaixa muito bem no desenho do painel que mescla linhas mais duras com curvas acentuadas, inclusive nas saídas de ar.

Na segurança, o Peugeot 208 não faz feio, mas tampouco é um exemplo a ser seguido, nas versões básicas traz o básico e obrigatório para o mercado brasileiro, contando com airbags frontais, freios ABS com EDB e ganhos Isofix. Adicional tem somente os cintos de três pontos e apoio de cabeça para todos os passageiros. Na versão Allure melhora este pacote com airbags laterais e na Griffe além dos laterais tem os de cortina.

Para quem preza por conforto, boa dirigibilidade e quer pagar pouco por isto, o Peugeot 208 ainda se mantém uma excelente opção de compra, já que com isto ainda há grandes descontos que são possíveis encontrar pela sua já anunciada saída de linha. As versões Allure e Griffe têm das melhores relações custo-benefício do mercado, o carro traz muitos itens que somente carros muito mais caros têm e ainda são econômicos quando falamos de manutenção e consumo de combustível. Agora, se você quer chamar atenção e ter um carro muito moderno, talvez você tenha que ver as novas opções de outras montadoras que parece que decidiram remodelar seus carros todas juntas, com o novo Chevrolet Onix e HB20 Nova Geração ou ainda o Fiat Argo, Volkswagen Polo, Renault Sandero e o Ford Ka. Já em equipamentos, conforto e custo-benefício, ele empata com os também ultrapassados, mas excelentes, Toyota Etios e Nissan March, além de muitas outras possibilidades do concorrido mercado de hatchs compactos. Mas, para impressionar mesmo talvez valha a pena você esperar o novo 208, que promete chegar ainda mais completo que a versão atual, tão econômico quanto e com um design que deve incomodar seus concorrentes. Outra excelente opção neste mercado de carros com bom preço, que apesar do design ultrapassado entregam mais conforto e equipamentos que seus concorrentes é o SUV compacto da montadora, o Peugeot 2008 ou ainda o novo Renault Duster, que nas versões de entrada, tem o mesmo preço que as versões topo de linha do hatch. Nesta faixa de preço há muito a analisar, mas o Peugeot 208 é um dos carros que vale a pena avaliar por tudo que entrega com menor preço.

Perguntas Frequentes (FAQ)

O consumo do Peugeot 2008 Active é de 15,1 km/litro na cidade e 16,9 km/litro na estrada com gasolina. Com álcool o consumo é de 10,9 km/litro na cidade e 11,7 km/litro na estrada.

O Peugeot 208 Griffe 2020 tem 118 cavalos de potência máxima, alcançando a velocidade máxima de 186 km/hora e acelerando de 0 a 100 km/hora em 11,9 segundos.

O Peugeot 208 tem preços a partir de R$ 58.790,00, na versão de entrada, Active, chegando até R$ 77.352,00 na versão topo de linha, o Peugeot 208 Griffe.