Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Renault Captur

Versões Captur

Captur

Bose 1.6L CVT X-Tronic

Resumo

Versão topo de linha com mesmo conjunto mecânico da Intense 1.6 CVT, acrescenta em equipamentos chave presencial, bancos em couro, entre outros itens de conforto.

Resumo Captur:

SUV compacto, o Renault Captur tem estilo mais imponente, opções mais potentes que seus concorrentes e está disponível em 5 versões, a Zen 1.6 com câmbio manual, e as Intense e Bose que podem vir com motor 1.6 e câmbio CVT ou motor 2.0 com câmbio automático de 4 marchas.

Em comparação com a concepção rústica do Duster, o Renault Captur 2020 continua com um visual bem mais moderno de formas mais arredondadas do que seu irmão. Além da questão de gosto, o design do Renault Captur 2020 não passa despercebido e é um dos seus pontos de venda mais fortes, e é oferecido nas duas versões com pintura bicolor, com o teto em preto dando a impressão de um aspecto flutuante. Na dianteira, o grande para-choque tem muito estilo e o ajuste do desenho das lanternas mais harmônico do que no Renault Duster. As laterais do Renault Captur são mais arredondadas do que normalmente são os SUVs compactos e apesar da boa distância no vão livre, pode passar a impressão de um coupé. Fecha o conjunto uma traseira bem arredondada com os faróis bipartidos e para-choque grande, que apesar do tamanho dá mais impressão de modernidade do que de robustez. Em linhas gerais, o Renault Captur tem um projeto interessante e é uma opção para quem quer comprar um SUV com estilo próprio, saindo do padrão que busca um design que passe a sensação de robustez privilegiando um aspecto moderno, é questão de gosto.

O Renault Captur vem com o motor 1.6 de 16 válvulas que entrega 115 cavalos de potência máxima ao SUV e vem sempre com o câmbio CVT que simula seis marchas, no Captur Intense e Captur Bose. Este mesmo motor equipa as versões básicas, o Captur Life e o Captur Zen, mas em ambos o câmbio é manual de cinco marchas. Apesar do porte do SUV, o Renault Captur 2020 é comercializado em todas suas versões com tração dianteira.

Mesmo com o motor que equipa o Renault Captur não sendo pequeno, ele é antigo e consequentemente tem baixo desempenho e alto consumo. Quando equipado com o motor, o Renault Captur 2020 tem números ainda mais tímidos, com velocidade máxima de 169 km/hora e aceleração de 0 a 100 km/hora em 13,1 segundos. Se o desempenho é tímido, o consumo é abusivo, o Renault Captur tem neste aspecto seu ponto mais frágil, com o motor 1.6 abastecido com etanol, o SUV roda 7,3 e 8,1 km/litro, respectivamente, na cidade e na estrada. Nestas mesmas condições quando é movido com gasolina, ele percorre 8,1 e 11,7 km/litro.

Ao compartilhar a plataforma e a mecânica do Duster, as sensações ao dirigir o Renault Captur são semelhantes ao SUV com o qual comparte estes itens. Isso implica uma boa dinâmica na cidade, com um vão livre alto o suficiente para evitar choques no cárter, além disto, as suspensões de alta qualidade contribuem para o conforto. A direção é um pouco pesada, mas nada que chegue a comprometer quando vá estacionar o Renault Captur. Na estrada, o Renault Captur é muito estável, graças ao controle de tração e estabilidade que vem de série em suas duas versões.

O design do painel do Renault Captur é moderno, mas há excesso de plástico no console para a faixa de preço que está situado o SUV. Com uma posição adequada para dirigir, o Renault Captur tem bancos com boa ergonomia, mas fica faltando a regulagem em altura e profundidade do volante. Nos bancos traseiros há um generoso espaço, com sobra para as pernas e cabeça, ponto forte do Renault Captur, já que se comparar com seus concorrentes, em praticamente nenhum, cinco pessoas podem viajar com conforto, já nele isto é possível.

O Renault Captur 2020 ficou ainda mais completo, mas isto tem um preço, o SUV ficou mais um pouco caro. No Captur Intense há computador de bordo, controle de cruzeiro, vidros, travas e retrovisores elétricos, cartão inteligente com sensor de aproximação para abertura das chaves, rodas com acabamento diamantado, de chuva, ar-condicionado automático e direção elétrica progressiva. O Captur Bose tem a lista ainda mais ampla, com bancos em couro, rodas de 17 polegadas, chave presencial e regulagem elétrica do banco do motorista, sensor crepuscular.

No painel do Renault Captur há uma tela digital com velocímetro e informações do computador de bordo em alta resolução, mas a parte inferior deixa os números pequenos por compartilhar espaço com a de velocidade. O indicador luminoso de consumo de gasolina em tempo real é codificado por cores: verde quando menos está consumindo menos e amarelo quando o SUV está gastando muito combustível. Fora isto, os marcadores de temperatura e conta-giros são analógicos, cada um em uma extremidade do painel. Todas as versões do Renault Captur possuem o sistema multimídia completo, com tela sensível ao toque, conectividade Bluetooth e sistema Media Evolution com espelhamento para celulares e GPS integrado.

Na segurança está um dos pontos fortes do Renault Captur, com todas as versões trazendo de série, controle de estabilidade e tração, quatro airbags (dois frontais e dois laterais), assistente de partida em rampas e de frenagem de emergência, câmera de ré e sensor traseiro de estacionamento.

Dentro do segmento saturado de SUVs compactos, o Renault Captur compete com carros que vendem muito mais que ele, como o Jeep Renegade, o Nissan Kicks e o Volkswagen T-Cross. Além disto, a chegada do moderníssimo Chevrolet Tracker 2021, que deve tomar um pouco de mercado de todos eles, a situação fica ainda mais difícil para o SUV da Renault. Apesar do baixo desempenho e consumo somente razoável, se você quiser comprar um SUV com preço dentro da média do mercado, além de uma mecânica confiável, custo de manutenção e um design exclusivo, o Renault Captur 2020 continua sendo uma boa opção de compra. Some a favor do Renault Captur, um nível interessante de oferta equipamentos e recursos de segurança que, em geral, não há distinção entre as diferentes versões, o que o faz superior neste aspecto se você o comparar com seus concorrentes da mesma faixa de preço.

Perguntas Frequentes (FAQ)

O consumo do Renault Captur é de 8,1 km/litro na cidade e 11,7 km/litro na estrada com gasolina. Com álcool, o consumo é de 7,3 km/litro na cidade e 8,1 km/litro na estrada.

O Renault Captur tem 115 cavalos de potência máxima alcançando a velocidade máxima de 169 km/hora e acelerando de 0 a 100 km/hora em 13,1 segundos.

O Renault Captur é comercializado a partir de R$ 79.190,00, em sua versão de entrada, o Renault Captur Zen 1.6, até R$ 99.223,00, na versão topo de linha, o Captur Bose 2.0.