Toyota Corolla Cross

Versões Corolla Cross

Corolla CrossXR 2.0

Resumo

Versão de entrada com o motor 2.0 flex que traz de série central multimídia de 8”, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, sete airbags, ar-condicionado com saída para o banco traseiro

Corolla CrossXRE 2.0

Resumo

A versão XRE acrescenta bancos em couro, aletas para trocas de marchas no volante, chave presencial com partida por botão, sensor de chuva e faróis em LED.

Corolla CrossXRV Hybrid 1.8

Resumo

Versão de entrada com a motorização híbrida que acrescenta sensor de estacionamento dianteiro, alerta de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão frontal e sistema de permanência na faixa.

Corolla CrossXRX Hybrid 1.8

Resumo

Versão topo de linha que acrescenta sobre a XRV Hybrid ar-condicionado digital automático Dual Zone, banco do motorista com regulagem elétrica e teto solar elétrico.

Corolla CrossSpecial Edition Hybrid 1.8

Resumo

Acrescenta sobre a versão XRX Hybrid soleiras nas portas, carregador de celular por indução, estribos laterais e bandeja do porta-malas.

Resumo Corolla Cross:

O novo SUV da Toyota chega com opções de motor flex a combustão 2.0L Dynamic Force, além da versão híbrida, que combina três motores, dois elétricos e uma combustão com tecnologia flex. O Corolla Cross tem como principais concorrentes o Jeep Compass e o Volkswagen Taos

Na frente, o Corolla Cross utiliza grade trapezoidal dupla que fornece uma aparência ampla. A grade superior, pintada em cinza escuro e em formato de colmeia, acomoda a logomarca Toyota. Nas versões híbridas, a moldura da grade é na cor prata e o acabamento da logomarca é na cor azul. Já a grade inferior em plástico preto e conta com os faróis de neblina em LED para todas as versões. Na versão de entrada, os faróis são de halogéneo, enquanto nas demais versões, de LED. Já as versões híbridas contam com acabamento na cor azul também nos faróis. Além disso, toda a linha conta com luzes diurnas, o Daytime Running Lights – DRL. Em termos de estilo, destacam-se as maçanetas externas na cor do veículo, enquanto as versões híbridas possuem moldura superior das janelas com acabamento cromado. O acabamento em plástico preto segue toda a lateral do veículo até a traseira, inclusive envolvendo as rodas. Todas as versões do Corolla Cross possuem rodas de liga leve, sendo que na XR é de 17” com acabamento na cor prata e pneus 215/60 R17, enquanto as versões XRE e XRV Hybrid é de 18” com acabamento na cor cinza escuro e diamantada. A topo de linha, XRX Hybrid, possui acabamento na cor preta e diamantada. Nessas três versões, os pneus são 225/50 R18.

O Corolla Cross segue a fórmula do seu irmão sedã, tendo duas opções de motores. O motor a combustão 2.0L Dynamic Force de quatro cilindros em linha e 16 válvulas conta com comando de variável de abertura das válvulas de admissão. Ele ainda vem com um sistema de injeção direta e indireta de combustível D-4S que adapta a injeção às condições de direção, oferecendo mais potência e menor consumo de combustível. Com alta taxa de compressão (13:1) e curso longo e pistões de baixa fricção, o motor 2.0L Dynamic Force fabricado na planta de motores da marca, em Porto Feliz (SP), é o mais potente que já equipou um Corolla. Esse motor rende 177 cv de potência a 6.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 169 cv, a 6.600 giros, com gasolina. O torque máximo abastecido com etanol ou gasolina é 21,4 kgf.m a 4.400 rpm. A transmissão é a CVT Direct Shift que simula 10 marchas. Essa transmissão utiliza uma uma engrenagem mecânica que atua na arrancada do veículo, melhorando a aceleração do veículo em 1ª marcha. Já a motorização híbrida combina um motor 1.8L VVT-i 16V de ciclo Atkinson flex, com 101 cv de potência a 5.200 giros quando abastecido com etanol, e 98 cv também a 5.200 rpm, quando abastecido com gasolina, e 14,5 kgf.m de torque a 3.600 rpm (abastecido com etanol ou gasolina). Esse motor funciona em conjunto com dois motores elétricos (MG1 e MG2) de 72 cv de potência e 16,6 kgf.m de torque. A potência combinada desse conjunto é de 122 cavalos. A transmissão Hybrid Transaxle funciona através de planetária com engrenagem, praticamente eliminando perdas e atritos. Este tipo de transmissão entrega uma aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, contribuindo para a eficiência de combustível. O foco da motorização híbrida é o consumo de combustível, entretanto o desempenho é o menor entre todos os concorrentes.

Quando equipado com o motor 2.0 flex o Corolla Cross o tem aceleração de 0-100 km/h em 9,8 segundos e velocidade máxima de 195 km/h. Em relação ao consumo, quando abastecido com etanol, o Corolla Cross faz 8 km/l na cidade e 9 km/l na estrada. Com gasolina os números sobem para 11,5 km/l e 12,8 km/l respectivamente. Já com a motorização híbrida o modelo tem uma aceleração de 0-100 km/h em 13 segundos, e a velocidade máxima é de 170 km/h. O desempenho fraco é compensado pelo excelente consumo de combustível. Segundo o INMETRO, o Corolla Cross híbrido é capaz de rodar 13,9 km/l na estrada e 17 km/l na cidade quando abastecido com gasolina. Com etanol, o modelo roda 9,6 km/l na estrada e 11,8 km/l na cidade. A característica principal dessa motorização é o baixo nível de consumo na cidade, justamente por conseguir utilizar o sistema elétrico a maior parte do tempo, economizando combustível.

O Corolla Cross conta com suspensão dianteira independente, MacPherson com molas helicoidais e barra estabilizadora – como no sedã – no entanto, com diferenças que garantem uma melhor dirigibilidade para um SUV. A fricção do amortecedor foi reduzida, garantindo maior responsividade do equipamento, contribuindo também para uma resposta mais aprimorada da direção e, consequentemente, conforto ao dirigir. Já a suspensão traseira do Corolla Cross é do tipo eixo de torção com molas helicoidais e barra estabilizadora. Ela conta com buchas de borracha grandes e altamente duráveis que permitem que a suspensão trabalhe bem mesmo em terrenos com grandes ondulações. O eixo de torção e a barra estabilizadora de grande diâmetro são projetados para ajudar a diminuir o rolamento do veículo durante as curvas. Entretanto, a maioria dos concorrentes do Corolla Cross utilizam suspensões traseiras independentes, que proporcionam melhor dirigibilidade. Outro ponto que aprimorou a estrutura do carro foi a colocação de suportes que ligam a torre de suspensão do braço esquerdo e do braço direito. A tampa traseira também recebeu reforços em sua estrutura, garantindo maior rigidez. Um ponto a favor da dirigibilidade do Corolla Cross é que ele tem o menor raio de giro da categoria, sendo possível realizar uma manobra de 180º em apenas 10,4 m, contribuindo muito para realizar balizas e circular por ambientes com espaço restrito, como estacionamentos de shoppings e de prédios. O Corolla Cross tem sua posição de dirigir elevada, o que melhora o campo de visão, sendo 120 mm mais alto do que o Corolla sedã. Além disso, a engenharia da Toyota fez outros aprimoramentos nesse sentido, como a colocação dos espelhos retrovisores nos painéis das portas e o estreitamento da coluna A em 7 mm (na comparação com o sedã), o que além de ajudar na visibilidade, contribui também para a redução do ruído do vento, aumentando o silêncio a bordo. Ainda falando do silêncio a bordo, foram colocados isoladores de som adicionais no cofre do motor, no teto, no assoalho e em partes das portas que garantiram também menos vibração.

O interior do Corolla Cross segue o padrão do sedã, com pequenas diferenças. No Corolla Cross todo o acabamento é disposto horizontalmente até se conectar com as portas, dando uma sensação maior de amplitude. O console central também tem espessura mais grossa e é sustentado por duas hastes nas extremidades com acabamento na cor prata. Além disso, os puxadores internos das portas têm um design flutuante. Outros detalhes que garantem são as maçanetas internas das portas e os difusores de ar no painel central que possuem acabamento na cor prata. O acabamento interno de qualidade, qualidade reconhecida de todo Corolla, segue sendo um ponto de destaque no Corolla Cross com três tipos de acabamento dos bancos. A versão XR conta com partes revestidas de tecido preto. Já as versões XRE e XRV Hybrid contam exclusivamente com partes revestidas de couro e material sintético preto, enquanto a versão topo de linha XRX Hybrid é dotada de partes revestidas de couro e material sintético bege. O volante de três raios com controles de áudio e computador de bordo tem acabamento em couro. A versão XRE ainda conta com aletas para trocas de marcha (paddle shift). Os ocupantes do Corolla Cross desfrutam de muitos porta-copos e objetos nas portas, no console central e no apoio de braços no banco traseiro, oferecendo conforto e comodidade. O espaço interno também é bom, graças aos 2.640 mm de entre-eixos, acomodando bem as pessoas no banco de trás. O volume do porta-malas também está de acordo com o segmento que o modelo está inserido, com 440 litros de capacidade.

O Corolla Cross com motor 2.0L Dynamic Force chega nas versões XR e XRE, enquanto o sistema híbrido estará disponível nas versões XRV Hybrid e XRX Hybrid. Desde a versão de entrada XR o modelo conta com ar-condicionado digital automático com saída para o banco traseiro, direção elétrica progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2”, freio de estacionamento no pedal, espelhos retrovisores externos elétricos eletro-retráteis e rebatimento automático ao fechar o veículo e pisca integrado, modo de seleção de condução Sport (versões XR e XRE), rack de teto longitudinal, e sistema de áudio central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto e Apple CarPlay. As versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid adicionam sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão (Start Button/Push Start), limpador do para-brisa com sensor de chuva, enquanto somente a XRE conta com paddle shift no volante. As versões híbridas XRV e XRX contam com modo de seleção de condução Power, enquanto somente a XRX Hybrid possui ar-condicionado digital automático Dual Zone com sistema S-Flow e duto traseiro, banco do motorista com regulagem elétrica para oito posições: altura, distância, inclinação do encosto e inclinação do assento e teto solar elétrico com função antiesmagamento.

O painel de instrumentos nas versões XR, XRE e XRV Hybrid contam com três mostradores: um circular, no centro, onde é possível visualizar o velocímetro e o nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, onde exibe ao motorista o conta-giros (nas versões XR e XRE) e o indicador do sistema híbrido (na versão XRV Hybrid) e o termômetro do motor para ambas abaixo do semicírculo; e uma tela de TFT de 4,2” colorida do lado direito que mostra o computador de bordo, com informações como indicador de marcha, consumo de combustível, hodômetro, autonomia etc. Já a versão XRX Hybrid possui uma tela de TFT digital colorida de 7” no centro do painel, exibindo o velocímetro e informações do computador de bordo. Enquanto o semicírculo do lado esquerdo possui um indicador do sistema híbrido, no lado direito é possível visualizar a informação de combustível e temperatura do motor. O Corolla Cross traz a mesma central multimídia já conhecida do Corolla sedan. Chamada de Toyota Play, ela tem tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto e Apple CarPlay. É uma central multimídia com recursos básicos para essa categoria, com menos recursos que os concorrentes.

O Corolla Cross chega com um bom nível de segurança passiva e ativa. Desde a versão de entrada XR, o modelo já é equipado com sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista), câmera de ré com projeção na central multimídia (as versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid contam ainda com linhas guias dinâmicas), controle eletrônico de estabilidade (VSC), controle eletrônico de tração (TRC), sistema de assistência ao arranque em subida (HAC), sensor de estacionamento traseiro, faróis com acendimento automático e ajuste de altura elétrico, faróis de neblina dianteiros em LED, luz de frenagem emergencial automática, alarme volumétrico e sistema universal ISOFIX para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos. As versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid ainda contam com limpador do para-brisa com sensor de chuva, enquanto as versões híbridas possuem sensor de estacionamento dianteiro, Alerta de Ponto Cego em que um sistema de luzes indicadoras nos retrovisores laterais e avisos sonoros avisam o motorista quando um veículo entra no seu ponto cego, e o Alerta de Tráfego Traseiro (RCTA). Além dessas tecnologias de segurança passiva, o destaque do Corolla Cross é seu pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense (TSS), disponível nas versões XRV Hybrid e XRX Hybrid. Este sistema conta com um radar combinado com uma câmera para detectar uma variedade de perigos e alertar o motorista. Os assistentes de segurança incluídos são: Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS), Sistema de Assistência de Permanência de Faixa (LTA), com função de Alerta de Mudança de Faixa (LDA), Faróis altos automáticos (AHB) e o Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC).

O Corolla Cross chega como uma opção conservadora aos SUVs compactos-médios, para clientes que valorizam economia de combustível, conforto e tranquilidade no pós-vendas. Outro destaque do modelo frente aos concorrentes é a garantia de 5 anos. Entretanto, o modelo fica bem atrás de seus principais concorrentes Jeep Compass e Volkswagen Taos, em relação ao desempenho e recursos de conectividade e multimídia.