Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Toyota Prius

Versões Prius

Prius

Prius

Resumo

Clássico híbrido da Toyota vem com motr 1.8 a gasolina com 2 motores elétricos e câmbio automático, é completo em equipamentos de conforto e itens de segurança ativa.

Resumo Prius:

Primeiro hídrido do mercado brasileiro, tem um quê futurista em seu design e nunca conseguiu emplacar com a mesma força dos novos modelos híbridos da montadora, disponível em versão única, o confiável hatch traz um motor 1.8 aliado a 2 elétricos.

O Toyota Prius foi projetado com base na eficiência. Isso afeta antes de tudo a carroceria, que sacrifica a beleza tradicional em favor da aerodinâmica pura e dura. O objetivo é gerar a menor resistência possível do ar, reduzindo o esforço do motor e o consumo de combustível e energia elétrica. O resultado é um visual estranho, leve e futurista. As linhas do Toyota Prius foram desenhadas de uma maneira muito heterodoxa, convergindo em uma extremidade traseira atarracada, em sintonia com a rigorosa aerodinâmica do modelo.

Este é o aspecto diferente do Toyota Prius: um sistema híbrido que combina um motor a gasolina 1.8 e um elétrico com potência de 600 volts, alcançando a potência combinada de 122 cavalos. O câmbio é um CVT automático, de variador contínuo sem marchas programadas, e a tração é dianteira. O Toyota Prius 2020 mantém o mesmo conjunto mecânico que o modelo 2019.

Com o conjunto de motores, o Toyota Prius não chega a ser uma demonstração de potência, permitindo acelerar de 0 a 100 km/h em 11 segundos, o que é muito bom, mas a aerodinâmica do projeto ajuda. A sensação de realizar a partida e andar em velocidades baixas apenas com o motor elétrico tem a ver com economia de combustível e bota economia, na cidade o Toyota Prius é muito econômico. Os resultados são os seguintes: na cidade ele faz cerca de 22 km/litro o que resulta em 1000 km de autonomia com o tanque cheio. Na cidade, estima-se que 55% do tempo seja conduzido exclusivamente com o motor elétrico. Na estrada com o motor a gasolina ativo a maior parte do tempo, o híbrido mal chega a uma média de 16,7 km por litro, bom número, mas não para um carro híbrido.

Ao dirigir o Toyota Prius sem a intervenção do piloto automático, o computador ativa alternadamente cada motor, de acordo com os requisitos da condução em tempo real. É assim que o Toyota Prius requer menos energia para as manobras, o sistema é mantido apenas com o motor elétrico, ligando o motor a gasolina apenas se for necessário um pouco mais de potência. A transição de um mecanismo para o outro é praticamente imperceptível ao ouvido. A chave para esta operação do Toyota Prius é que a bateria do motor elétrico é recarregada constantemente com a energia liberada pelo motor a combustão durante a operação normal. Além disso, ele coleta energia residual do sistema de freio. O clássico híbrido da Toyota vem com suspensões independentes nas quatro rodas, o que resulta em uma condução muito silenciosa e confortável que supera suavemente as irregularidades da superfície. Na estrada, o Prius tem boas reações nas ultrapassagens e a direção responde bem, mas é fundamentalmente um veículo que atinge sua expressão máxima na condução urbana.

O Toyota Prius possui uma cabine silenciosa, espaçosa e confortável, onde há espaço suficiente para transportar cinco passageiros sem problemas. O painel tem uma estética um pouco "futurista", como para trazer a experiência que alguém pode estar usando um computador. Os bancos dianteiros são bastante ergonômicos, podem ser aquecidos e tem uma posição confortável de dirigir, graças ao apoio lombar com regulação elétrica oferecida pelo banco do motorista. Dirigir ou ser passageiro no Toyota Prius é bastante confortável.

Nos equipamentos e na tecnologia o Toyota Prius é bastante completo. Possui ar-condicionado automático de duas zonas, carregador sem fio para celulares, controle de velocidade de cruzeiro, Eco Driving Monitor (um software que fornece indicações em tempo real para dirigir ou economizar mais gasolina), câmera de ré, sistema de partida inteligente e seletor de modo de condução: Eco, Normal, Power e EV, este último deixando só o motor elétrico funcionando.

Como o seu irmão menor, o Toyota Etios, o Prius possui um painel digital central, muito bom e visualmente dinâmico, mas no começo pode parecer estranho, mas é bastante intuitivo e fácil de se acostumar. O sistema multimídia com tela sensível ao toque é o mesmo que o do Toyota Hilux. A interface, confusa e um pouco lenta, não é das melhores, algo mal para um carro que quer parece um carro do futuro.

O Toyota Prius vem com todos os equipamentos de segurança padrão para um veículo desta faixa de preço. Isso inclui os obrigatórios freios ABS com EBD, mas vai bem mais longe com 7 airbags distribuídos para todos os passageiros, controle de estabilidade, controle de tração e faróis de neblina com LED na traseira e na dianteira.

A tecnologia híbrida do Toyota Prius, embora ainda seja cara e não tenha sido trazida em massa, é uma das inovações mais revolucionárias que a indústria automotiva já viu e mesmo ele tendo inaugurado o mercado de carros híbridos no Brasil, ainda se mantém uma boa opção para comprar um carro muito econômico na cidade e com bom nível de acabamento. Consome muito pouco - muito pouco realmente - e, nesse aspecto, não tem concorrência, agora somente o Toyota Corolla e o novo Toyota RAV4 Hybrid que devem tomar mercado do Prius. É o carro perfeito se você gosta de dirigir, dirigir e continuar dirigindo, gastando o mínimo possível de gasolina e com um nível muito baixo de emissão de poluentes, mas a Toyota deveria implementar o novo motor híbrido flex, que equipa Corolla e RAV4, que além de mais moderno, se comparar com o motor do Prius, o novo motor é mais econômico. Mas nos pontos fortes do Toyota Prius podemos somar tecnologia e conforto, típicos de carro de categorias superiores, com ótimo desempenho e conforto em nos trajetos urbanos. A grande desvantagem é que ainda é um carro caro. Se você puder comprar, os primeiros anos de economia em gasolina serão apenas para amortizar o investimento inicial. E enquanto nos seduzimos para salvar e cuidar do meio ambiente, para o público em geral a equação ainda está longe de se fechar.

Perguntas Frequentes (FAQ)

O consumo do Toyota RAV 4 Híbrido é de 16,7 km/litro com gasolina em percursos de uso misto cidade/estrada. Com o motor 1.8 funcionando com o motor elétrico.

O Toyota Prius tem 122 cavalos de potência máxima alcançando a velocidade máxima de 165 km/hora e acelerando de 0 a 100 km/hora em 11 segundos.

O Toyota Prius é comercializado a partir de R$ 165.000,00 em sua versão de única com motor híbrido composto de um motor 1.8 a gasolina em conjunto com um elétrico.