Honda WR-V

SUV/Crossover Compacto que atua dentro do nicho mais acessível da categoria.

Avaliação

7/10

Embora seja considerado um SUV/Crossover Compacto, o Honda WR-V faz parte de uma espécie de “subsegmento” que fica em uma área mais acessível desta categoria, geralmente com um porte ligeiramente mais reduzido. Como o modelo era baseado no Fit, ele saiu de linha recentemente, devido a chegada da nova geração do City.

Perfil Geral

  • Origem

    Brasil

  • Tipo

    SUV/Crossover

  • Segmento

    Compacto

  • Capacidade

    5 passageiros / 4 portas

Mecânica

  • Combustível

    Flex

  • Motor

    1.5 aspirado

  • Potência/Torque

    116cv / 15,3 kgfm

  • Transmissão

    CVT

  • Tração

    Dianteira

  • Confiabilidade mecânica

  • Fácil revenda

  • Conforto

  • Suspensão mais alta

  • Versatilidade

  • Faróis em LED

  • Ar-condicionado digital

  • Controles de estabilidade e tração

  • Faróis de neblina e lanternas traseiras em LED

  • 6 airbags

  • Consumo Cidade | 8,1 km/l (E) e 11,7 km/l (G)

  • Consumo Estrada | 8,8 km/l (E) e 12,4 km/l (G)

  • Aceleração 0 a 100 km/h | 12,3s

  • Velocidade máxima | 168 km/h

  • Porta-malas | 363L

  • Tanque | 45L

Versões atuais

  • LX

  • EX

  • EXL

Linha do tempo

    • Lançamento do WR-V no Brasil.

      Março

    2017
    • Único facelift do modelo.

      Setembro

    2020
    • Honda tira o WR-V de linha no Brasil.

      Janeiro

    2022

Sua trajetória em nosso país não foi muito longa, já que suas vendas nunca atingiram um número muito expressivo. A chegada da nova geração do City substituiu o Fit, modelo no qual era baseado, o que também causou sua partida.

Saiba tudo sobre o WR-V

Baseado no hatchback Fit, o Honda WR-V trazia uma suspensão mais elevada, um visual diferente e uma inspiração em SUVs. Porém, ele nunca vendeu muito bem no Brasil, sempre conquistando apenas números modestos.

Sua proposta é ser mais utilizável em centros urbanos que contam com uma alta quantidade de lombadas e valetas, obstáculos que ele enfrenta com mais facilidade que o hatch da Honda.

Além dessa proposta um pouco mais aventureira, o consumidor pode se encantar com a alta confiabilidade entregue pela montadora japonesa, além de um bom conforto e uma grande versatilidade proporcionada pelo ótimo sistema de modularidade dos bancos.

Contudo, a relação entre custo e benefício nunca foi muito boa no Honda WR-V, já que ele sempre foi equipado com uma motorização aspirada que deve um melhor desempenho e não alcança médias de consumo muito empolgantes.

Embora tenha melhorado em seu facelift, o design também não agrada diversos consumidores desse tipo de categoria, que o consideram ábsono. O acabamento interno não é ruim, mas também nunca entregou muito refinamento.

Como dissemos anteriormente, o modelo da Honda pertence ao “subsegmento” de entrada dos SUVs/Crossovers Compactos, o que o coloca na briga com Fiat Pulse, Renault Duster, Volkswagen Nivus, Jac T40 e CAOA Chery Tiggo 3X.

Lançado em março de 2017, em terras brasileiras o WR-V só passou por uma atualização, recebida em setembro de 2020, quando também ganhou novos equipamentos. Recentemente, em janeiro de 2022, a Honda tirou o modelo de seu catálogo, já que sempre vendeu muito pouco.

Há pouco tempo a marca trouxe ao nosso mercado a nova geração do City, que substituiu o Fit, modelo no qual o WR-V era baseado. Isso também contribuiu para o encerramento de sua produção.

Principais concorrentes

Comprar honda wr v semi novo desde

R$ 5.900

Honda WR-V recomendados