Ganhe R$500,00 em RappiCréditos ao comprar um carro na Karvi com a logo da Rappi!

Toyota SW4

Versões SW4

SW4

SR Aut Flex

Resumo

Versão de entrada com motor 2.7 flex, câmbio automático de seis marchas, cinco lugares e tração 4x4, traz vidros elétricos, ar-condicionado e controle de estabilidade e tração.

SW4

SRV Aut Flex

Resumo

Versão de entrada com 7 lugares, traz os mesmos equipamentos e conjunto mecânico da SR 2.7 flex, mas acrescenta kit multimídia e a terceira fileira de bancos.

SW4

SRX Aut 5 Lugares Diesel

Resumo

Versão topo de linha com 5 lugares, motor 2.8 turbodiesel, câmbio automático de seis marchas com aletas para mudança no volante e tração 4x4, completa em equipamentos.

SW4

SRX Aut 7 Lugares Diesel

Resumo

Versão intermediária com 7 lugares, com o mesmo conjunto mecânico e equipamentos da SRX 2.8 5 lugares, mas com a terceira fileira de bancos.

SW4

SRX Diamond Aut Diesel

Resumo

Versão topo de linha com 7 lugares e mesmo conjunto mecânico da SRX 2.8 diesel, tem acabamento e interior superiores com acabamento em couro e outros itens de conforto.

Resumo SW4:

SUV que utiliza a mesma plataforma da Hilux, o Toyota SW4 tem cinco versões, podendo vir com o motor 2.7 flex ou com o excelente 2.8 turbodiesel e carroceria para 5 ou 7 passageiros, todas as versões vêm com câmbio automático de 5 marchas e tração integral.

O comprimento e a distância entre eixos são um pouco menores do que no Hilux, o modelo original. O porta-malas compartilha alguns recursos, mas foi retocado para ter um visual que dá personalidade ao Toyota SW4, na dianteira faróis com desenho mais afilado, uma impressionante grade cromada e um grande pára-choques onde as luzes de neblina chamam atenção. A extremidade traseira é menos diferente que o modelo dos anos anteriores, mas se destaca à noite, graças ao excelente design das lanternas traseiras em LED. O Toyota SW4 tem um design bem resolvido com um bom equilíbrio entre a força de um SUV e mantém a beleza, para que os olhos se deliciem um pouco.

O Toyota SW4 SR, SRV e SRX equipados com 2.7 flex com 16 válvulas tem 163 cavalos de potência. O motor do SW4 SRX e SRX Diamond diesel é um 2.8 litros com 177 cavalos e conta com turbocompressor de geometria variável. A transmissão automática é de 6 velocidades em todas as versões, mas somente o SW4 SRX e SRX Diamond, possuem alavancas para mudanças de marchas no volante. A tração é 4x4 com redutor em todas as versões.

Com o motor 2.8, o Toyota SW4 tem bom desempenho e acelera de 0 a 100 km/hora em cerca de 11,5 segundos e atinge uma velocidade máxima de 180 km/hora. E a média do consumo na cidade é 9 km/litro e na estrada 10,5 km/litro. Com o motor flex 2.7, o desempenho e o consumo do SUV fica devendo com 14,5 segundos para acelerar de 0 a 100 km/hora e com velocidade máxima de 165 km/hora, apesar de apresentar números timidamente melhores do que o Toyota Hilux, porque é ajudada pela aerodinâmica, o Toyota SW4 se mostra bem gastão. Abastecido com etanol o SUV roda 4,9 km/litro na cidade e 5,8 km/litro na estrada e com gasolina estes números são de 7,1 e 8,5 km/litro, respectivamente na cidade e estrada.

A suspensão traseira é mais bem ajustada do que na Hilux: o SW4 usa molas estáticas, o que resulta em um conforto superior, especialmente na condução na cidade. Em ruas de paralelepípedos ou com buracos, o gigante passa quase levitando. Além disto, o Toyota SW4 oferece uma versatilidade muito boa, com excelente comportamento também nas condições de estrada e offroad. Parte do segredo tem a ver com um excelente conjunto câmbio-motor. Silencioso, poderoso e eficaz, além de transmitir uma sensação de ser inquebrável. Os modos pré-programados “Eco” e “Power” permitem ajustar as configurações de acordo com a necessidade de direção normal, sem dificuldades ou mais exigente, com maior resposta do acelerador. O desempenho offroad do Toyota SW4 é tão bom graças à boa folga da carroceria, à robustez do chassi e à tração 4x4 em alta e baixa rotação, com o redutor que permite superar todos os tipos de terrenos sem grandes dificuldades. O único ponto fraco são os pneus que priorizam a direção na cidade. A direção, um tanto frágil e sem tanta firmeza, é o único componente que se desprende do todo no bom conjunto para dirigir o SUV.

O design do painel do Toyota SW4 tem uma aparência agradável e harmoniosa. De modo geral, a qualidade dos materiais internos também é muito boa, incluindo algumas superfícies macias e detalhes imitando madeira. A posição para dirigir é realmente muito confortável em todas as suas versões: excelente design do banco, com regulagem elétrica (também para o passageiro, apenas no SW4 SRX e SRX Diamond) e regulagem do volante em altura e profundidade. Ainda melhor é o conforto nos bancos traseiros, com um design ergonômico incomum, que limita um pouco o quinto lugar, mas tem muito espaço para dois passageiros. Os assentos reclinam e muito, movem-se longitudinalmente e retraem para acessar a terceira fila. Os últimos assentos também são reclináveis e quando não são usados, como não há espaço menor na carroceria, eles se dobram para os lados, uma solução um pouco confusa que poderia ser melhorada.

A partir do Toyota SW 4 SRX possui equipamentos de alto padrão, com ar-condicionado automático, sistema de partida inteligente, sistema de ignição sem chave, controle de velocidade de cruzeiro, câmera de estacionamento traseira, navegador GPS integrado, plugue de 220V e porta traseira com abertura e fechamento elétricos. Uma ausência importante é que nenhuma versão tem teto solar.

O painel do Toyota SW4 tem uma configuração genérica de dois mostradores, quatro indicadores analógicos (velocidade, rotações, temperatura e nível de combustível), além de um display central de 4,2 polegadas com display colorido que permite, através dos controles do volante, navegar por um repertório completo de informações e cálculos do computador de bordo. O sistema multimídia consiste em uma tela sensível ao toque de 8 polegadas com conectividade USB e Bluetooth, mas mantém a interface Toyota, que é um pouco lenta.

Bem completo nos itens de segurança, em todas as versões. Tanto SW4 com 5 quanto 7 lugares tem apoio de cabeça e cinto de três pontos para todos os passageiros. Além disso, 7 airbags (frente, lateral, cortina e joelho para o motorista), controle de tração e estabilidade, assistente de partida e descida em descidas e freios ABS com todos os extras (EBD) e luzes de emergência. O que fica faltando são recursos de direção automatizada ou ao semi automatizada para um SUV com o preço do Toyota SW4, se você comparar com seus concorrentes, o Toyota fica para trás nisto.

O Toyota SW4 tem mecânica à prova de balas e o mega sucesso da Hilux em um formato muito mais confortável e com características de carro para a família. De fato, seu alto desempenho em qualquer circunstância de direção (cidade, estrada ou off-road) e o conforto interior imbatível fazem do Toyota SW4 um carro de excelente qualidade, maximizado com a garantia do sistema pós-venda da Toyota. A isto são somados equipamentos e um design que consegue combinar imponência com beleza. O limitador mais importante que ele tem hoje é o preço: por ser considerado um SUV sofisticado, resulta um valor que apenas alguns privilegiados podem acessar. Se isso não for um problema para você, não se arrependerá em comprar um Toyota SW4 novo.

Perguntas Frequentes (FAQ)

O consumo do Toyota SW4 2.7 flex é de 7,1 km/litro na cidade e 8,5 km/litro na estrada com gasolina. Com álcool, o consumo é de 4,9 km/litro na cidade e 5,8 km/litro na estrada.

O Toyota SW4 2.8 turbodiesel tem 177 cavalos de potência máxima alcançando a velocidade máxima de 180 km/hora e acelerando de 0 a 100 km/hora em 11,5 segundos.

O Toyota SW4 é comercializado a partir de R$ 200.780,00 em sua versão de entrada, o Toyota SW4 SRV 2.7 flex, até R$ 292.540,00, na versão topo de linha, o Toyota SW4 SRX Diamond 2.8 turbodiesel.