Nissan Frontier

Picape média da montadora japonesa Nissan em território brasileiro.

Avaliação

8 de 10

Infelizmente a Frontier está ficando um pouco defasada em seu segmento, já que a Nissan não a atualiza há um bom tempo, enquanto as outras montadoras já trouxeram itens mais tecnológicos, um visual mais moderno e até mesmo recursos de condução semiautônoma, que são muito importantes para uma maior segurança. Apesar disso, o modelo ainda tem suas qualidades.

Compra um Nissan Frontier

Perfil Geral

Mecânica


  • Conforto

  • Consumo de combustível

  • Versão aventureira

  • Custo-benefício

  • Única da categoria com teto-solar

  • Teto-solar elétrico

  • Câmera 360°

  • Faróis em LED

  • 6 airbags

  • Ar-condicionado digital dual-zone com saídas de ar traseiras

  • Consumo Cidade | 9,2 km/l (D)

  • Consumo Estrada | 10,5 km/l (D)

  • Aceleração 0 a 100 km/h | 11,3 s

  • Velocidade máxima | 180 km/h

  • Porta-malas | 1054L

  • Tanque | 80L

Versões atuais

  • S

  • Attack

  • XE

  • LE

Versões descontinuadas

  • X-Gear

  • SE

  • SV

  • SL

  • Platinum

  • Strike

Linha do tempo

    • Início da fabricação no Brasil.

      Junho

    2002
    • Lançamento da nova geração, com fabricação nacional em agosto de 2008.

      Novembro

    2007
    • Nissan deixa de produzi-la no Brasil.

      Setembro

    2016
    • 12ª geração, importada do México.

      Março

    2017
    • Começa a ser importada da Argentina.

      Novembro

    2018

A Nissan Frontier já está no Brasil há muitos anos, mas nunca fez um sucesso muito grande, e atualmente conta com resultados modestos de vendas. Uma versão atualizada pode chegar ainda este ano, trazendo modernidade mais condizente com a da concorrência.

Saiba tudo sobre o Frontier

Geralmente a Nissan Frontier fica em quarto ou quinto lugar no ranking de vendas de seu segmento, o que não é muito bom. Isso acontece principalmente pela falta de modernidade no modelo, por mais que traga teto-solar elétrico, algo único no segmento.

Seu maior destaque em relação às concorrentes é a suspensão traseira com uma arquitetura diferente da já conhecida com feixe de molas. Isso a torna uma das picapes médias mais confortáveis do Brasil, embora ainda traga características de uma picape, que geralmente é voltada para o trabalho e para o uso no off-road.

Suas exclusividades se resumiam ao teto-solar e à câmera com visualização 360°, mas a Toyota Hilux passou a oferecer esse último equipamento recentemente. O grande empecilho da Frontier é a falta de modernidade, pois há alguns anos ela é basicamente o mesmo produto, já que a Nissan não realizou modificações importantes nesse tempo.

Em todas as versões falta conectividade e equipamentos, tanto de conforto/comodidade como de segurança. Ela concorre com as mesmas picapes médias há bastante tempo aqui no Brasil. Estamos falando de modelos como Toyota Hilux, Chevrolet S10, Mitsubishi L200 Triton e Volkswagen Amarok, geralmente nessa ordem de vendas.

Muitos não sabem pois a Nissan Frontier nunca teve muita evidência em nosso país, mas ela está presente por aqui desde 1998, iniciando a fabricação nacional em 2002. A nova geração chegou no final de 2007, que saiu de linha em 2016 após modificações visuais. A geração atual chegou em 2017, hoje em dia importada da Argentina.

Principais concorrentes

Avaliação Nissan Frontier

Tipos de carros mais consultados

Nissan Frontier recomendados

O motor 2.3 turbo da Nissan Frontier tem 160cv, enquanto o 2.3 biturbo alcança 190cv.
Segundo os dados do Inmetro, a Nissan Frontier 2.3 biturbo diesel percorre 9,2 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada, sempre com diesel.
A Nissan Frontier utiliza sempre o motor 2.3 diesel de 4 cilindros em linha, podendo ser turbo ou biturbo.
A Nissan Frontier possui São 4 versões: S, Attack, XE e LE.